15.4.09

pura poesia

ou sobre a poesia do inesperado momento de um beijo

estava eu lendo manoel de barros no ônibus
aconteceu de eu ver uma boca linda...
não resisti e escrevi
"sua boca é linda...
álguem já disse?
deu vontade de dizer..."
rasguei o papel, segurei...
hesitei...
mesmo assim lhe entreguei o bilhete...
qual a surpresa!
de sua boca linda, macia e encantadora
recebi um beijinho singelo e doce
ai, ai...
a poesia dele me beijou...
a poesia me beija

3 comentários:

Rubens Barbosa disse...

Invejinha brancããã!
=*

maria ruela disse...

UAUUUUUU

renatamar disse...

ousada!

=)

Seguidores

quem sou eu?

Minha foto
as definições, as conceituações, me entram, como se diz, por um ouvido e saem pelo outro... sou.