2.5.10

escrever

aproveito a vida.
 me permito a dor,
o tesão, a entrega, o amor.
deve ser algum defeito de
fabricação isso de
fazer o que devo.
mas como a natureza é sábia,
o que não vivo, escrevo.

 

Um comentário:

Camilla Aloyá disse...

assista "Nome Próprio" vc vai adorar...

Seguidores

quem sou eu?

Minha foto
as definições, as conceituações, me entram, como se diz, por um ouvido e saem pelo outro... sou.